terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

8 marcas de um cristão espiritualmente saudável


Quais são as marcas de um cristão espiritualmente saudável? Em 1 Tessalonicenses 1:6-10, encontramos Paulo dando graças a Deus por cristãos espiritualmente saudáveis. Ele diz aos tessalonicenses – que eram relativamente recém convertidos – um número notável de verdades sobre eles. Eu não acho que haja em nenhum outro lugar do Novo Testamento em que um relatório tão explicitamente positivo seja feito de uma igreja e seus membros. Quais são, então, essas características espiritualmente saudáveis que Paulo os elogia por terem?

1. Eles se tornaram imitadores dos apóstolos e do Senhor. 
Ele reforça esse ponto no versículo 2:14. Eles se tornaram como seus mestres, que, por sua vez, estavam imitando o Senhor. Na prática (não apenas na união orgânica com Cristo), os tessalonicenses se tornaram parecidos com Cristo. Isso quer dizer que em pensamento, palavras e ações, sua conduta era a mesma de seu Salvador. Cristãos espiritualmente saudáveis são aqueles que se parecem com o Senhor (Mateus 5:13-16).

2. Eles receberam a palavra com alegria, mesmo tendo sido afligidos por isso. 
Muitos vão à igreja semanalmente, se forçando a permanecer acordados, alertas e sem se distrair. Todos já passamos por isso, sem dúvida. Isso, salvo em casos muito especiais, dificilmente é a imagem de um cristão espiritualmente saudável. Receber a Palavra com alegria – até que ela dê fruto – é uma marca de alguém que está imitando Cristo. Os tessalonicenses receberam a Palavra de Deus com alegria, sabendo que era fonte de vida. Eles o fizeram mesmo sendo perseguidos por isso (veja Atos 17). Cristãos saudáveis se deleitam em receber a Palavra de Deus ao longo de suas vidas.

3. Eles se tornaram exemplo para outros cristãos. 
Paulo diz “vos tornastes o modelo para todos os crentes na Macedônia e na Acaia”. Que afirmação maravilhosa! O apóstolo diz que esses novos convertidos tinham se tornado um exemplo regional de piedade, prática e zelo pelo Reino. Em outras palavras, cristãos ao redor do mundo estavam olhando para eles e seguindo seu exemplo, conforme eles mesmos seguiam o exemplo dos apóstolos. Cristãos espiritualmente saudáveis, sem tomar para si a atenção que deve ser de Cristo, se tornam bons exemplos para outros crentes seguirem.

4. Eles davam testemunho da Palavra. 
Deles “repercutiu a palavra do Senhor” em toda a região. Isso é muito, muito importante. Sua reputação regional era baseada não nas programações da igreja ou na reputação de seu pastor famoso, mas na Palavra de Deus “ecoando” a todo o redor deles. Parece que os membros da igreja de Tessalônica não conseguiam conter seu entusiasmo pelo evangelismo. Eles sabiam do dever que tinham de compartilhar a palavra, e assim o faziam. Cristãos saudáveis não apenas debatem todos os pontos das doutrinas do Evangelho, mas também falam aos outros sobre esse Evangelho.

5. Sua fé era evidente. 
Paulo enfatiza que “se divulgou a vossa fé para com Deus”. Eu creio que o apóstolo, ao inserir essa ideia, está falando sobre o fato de que o testemunho deles da Palavra não se dava apenas em palavras, mas também em ações. Sua fé também era conhecida. Como? Presumivelmente pelo fato de que era uma fé real, vibrante e visível, que se manifestava em ação. Cristãos espiritualmente saudáveis são vistos e conhecidos pela sinceridade de sua fé.

6. Eles tinham boa reputação por sua fé e fidelidade. 
Paulo afirma que os apóstolos não precisaram falar sobre os membros da igreja de Tessalônica, porque os crentes da Macedônia e da Acaia já sabiam sobre eles – sobre como eles tinham recebido Paulo em seu meio. Em outras palavras, sua reputação de igreja que se parece com Cristo era conhecida. A igreja ou o cristão não conseguem controlar sempre o que as pessoas pensam deles, mas que testemunho poderoso é ser conhecido por ser parecido com Cristo. Cristãos espiritualmente saudáveis não precisam necessariamente ter boa reputação com todos, mas entre os crentes verdadeiros eles certamente terão.

7. Eles verdadeira e obviamente se arrependeram de sua vida anterior. 
Uma das realidades mais tristes desse mundo caído é que veremos o mal ser chamado de bem e o bem de mal – mesmo na igreja de Cristo! Os tessalonicenses eram idólatras, presumivelmente envolvidos em toda aquela idolatria daqueles dias; entretanto, eles se converteram (isso é, se arrependeram) de seu pecado, o deixaram para trás e olharam para Deus. De fato, sua conduta foi uma mudança drástica e completa. Eles serviam aos ídolos, se arrependeram e passaram a servir “o Deus vivo e verdadeiro”. Ao contrário do que alguns ensinam hoje nas igrejas, nós não podemos permanecer nos velhos pecados e afirmarmos que Cristo é nosso Salvador. Sim, cristãos espiritualmente saudáveis, tendo encontrado as misericórdias de Deus em Cristo, continuamente se arrependem de seus pecados e buscam nova obediência e serviço.

8. Eles viviam em expectativa. 
Paulo diz que os tessalonicenses aguardavam “do céu o Seu Filho”. Parte de sua alegria como cristãos (e podemos assumir que isso é uma das coisas que levava ao seu zelo evangelístico) era a expectativa pela segunda vinda de Cristo. Eles sabiam que haviam sido salvos da “ira vindoura” e desejavam o mesmo para os outros. Eles aguardavam a vinda de Cristo com ansiedade. Cristãos espiritualmente saudáveis anseiam o retorno de Jesus, e se comportam à luz de Sua volta.

Essa lista está longe de ser exaustiva; mas nela, Paulo parece ter um objetivo particular em mente – encorajar os frutos que já eram manifestos nas vidas dos crentes visando aumentar a proclamação do evangelho, em obras e palavras. Se essa descrição não nos representa – seja individualmente ou corporativamente, devemos orar para que Deus assim o faça. Ele prometeu, em Cristo, nos dar a graça – por sua Palavra e pelo poder do Espírito – de termos em nós essas características para o avanço do Reino.

Matthew Holst | Traduzido por Filipe Schulz | Reforma21.org | Original aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...