terça-feira, 22 de março de 2016

Declaração da Igreja Adventista para o ataque terrorista em Bruxelas

Leia a notícia no G1 "Ataques terroristas deixam dezenas de mortos e feridos na Bélgica"




Muitas pessoas morreram hoje pela manhã em Bruxelas em um devastador ataque terrorista. Eles foram retirados de suas famílias e amigos. Entre os mortos estavam imigrantes e europeus, mães e pais, filhas e filhos. Cada um deles formava parte da família europeia.

"É um momento difícil e desafiador, e devemos enfrentá-lo a partir da unidade", disse o primeiro-ministro belga, Charles Michel. "Há caos e confusão em Bruxelas".

Os membros da Igreja Adventista do Sétimo Dia, companheiros da Divisão Intereuropeia, oficiais da União Adventista na área e empregados da mesma se encontram bem, de acordo com os relatórios recebidos até agora. Nós estendemos nossas mais profundas condolências às famílias das vítimas do ataque terrorista. Desejamos que nossas orações e pensamentos confortem os afetados neste momento de dor, tristeza e impotência. Estendemos um caloroso e respeitoso abraço a todos eles. Também rogamos ao Senhor que encha seus corações com a certeza da vida eterna, na qual viveremos com alegria e júbilo em fraternidade, juntamente com os entes queridos que nos foram tomados. Morte e dor não têm lugar neste novo lugar.

A Divisão Intereuropeia condena firme e incondicionalmente todos os atos de terror, violência e opressão. Desejamos que o ódio e a violência, especialmente como tais atos, possa cessar. Nenhuma suposta religião pode ser responsável por qualquer ato terrorista. Apenas as pessoas podem ser responsabilizadas por atos de violência e terrorismo. Consideramos a humanidade como irmãos e irmãs, filhos do mesmo Pai celestial. Nós encorajamos todos os membros da Igreja Adventista a achegar-se a todos aqueles que estão sofrendo nestes momentos de grande angústia.

2 de março de 2016 | Berna, Suíça | A. Mazza, C. Cozzi, EUD Depto. Relações Públicas

O presidente mundial adventista, pastor Ted Wilson, manifestou-se oficialmente nas redes sociais e disse que está orando pela população belga e espera que os adventistas no país sejam uma força espiritual para outros que estão com dificuldades. Wilson lembrou que, no último sábado, cerca de 300 jovens adventistas do país distribuíram folhetos falando de paz em Bruxelas durante o Dia Mundial do Jovem Adventista. “Hoje, durante nossas reuniões na Associação Geral, nós oramos pelo país, nossos membros e pelas famílias afetadas por essa terrível tragédia”, destacou o líder.

O presidente da Igreja Adventista na Bélgica e Luxemburgo, pastor Jeroen Tuinstra, relatou que normalmente toma o metrô para ir ao escritório trabalhar. Mas nessa terça providencialmente se deslocou de carro, o que, na sua avaliação, foi determinante para não ser mais umas das vítimas. Ele demonstrou consternação com o ocorrido e disse que a Igreja na Bélgica não cessa de interceder.

Com informações de Adventist News Network e ASN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...