sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Voluntários abrem Clube de Desbravadores para menores infratores


Os desbravadores de Juiz de Fora, Zona da Mata mineira, tem se dedicado a cumprir seu lema: “Salvar do pecado e guiar no serviço”. Pensando nisso, um grupo de voluntários abriu mais um Clube no Polo de Evolução de Medidas Socioeducativas (Pemse). Lá, jovens entre 14 e 17 anos cumprem medidas socioeducativas em regime semiaberto, ou seja, podem sair para trabalhar, estudar e realizar outras atividades, retornando no período da noite.

Em um primeiro momento, as reuniões serão mensais. Nesse regime, há mais liberdade para aplicar as atividades comuns aos desbravadores, ao contrário do clube que já funciona no Centro Socioeducativo de regime fechado, em que as regras quanto a atividades que envolvam cordas ou fogo, por exemplo, são mais rígidas.

O primeiro encontro aconteceu no dia 6 e empolgou os novos membros. Samanta Santos, uma das voluntárias, conta que todos os participantes ouviram as histórias sobre acampamentos com muita animação, demonstrando ansiedade para a próxima reunião.

Ela ainda pontua o que a estimula a realizar projetos com menores em recuperação. “A principal motivação é o objetivo dos desbravadores, que é salvar do pecado. Então, quando a gente vê meninos que estão com a vida toda destruída, sem esperança, sem ter uma perspectiva de um futuro, a gente vê uma possibilidade de levar essa esperança pra eles, mostrar que eles podem redirecionar a vida deles e que podem reescrever a história da vida. Então é gratificante ver eles sorrindo, ver que pode ser despertado neles um sentimento bom”, avalia.

A diretoria do local vê com olhos positivos a atuação dos voluntários. A expectativa é que o projeto se amplie para mais unidades desse tipo. [Com informações da ASN]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...