terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Abandonem o cristianismo!!!


Abandonem o cristianismo que se esqueceu da Bíblia, que não lê, que não ouve, que não medita e que não obedece a Palavra de Deus. 

Abandonem o cristianismo que fez da oração um negócio, uma troca, e não uma comunhão constante com o nosso Pai onde a maior benção é o próprio Deus.

Abandonem o cristianismo da grande omissão, onde não há proclamação, não há testemunho, não há discipulado.

Abandonem o cristianismo sem cruz, sem renúncia, sem perdas, sem entrega, sem morte.

Abandonem o cristianismo de fim de semana, só da aparência; o cristianismo teatral que vai a igreja, mas não sabe ser a própria igreja.

Abandonem o cristianismo dos eventos que trazem novidades, mas não produzem santidade, que fazem movimento, fazem barulho, mas não produzem comprometimento.

Abandonem o cristianismo que transformou o culto em show, que transformou o homem no centro e na razão do culto.

Abandonem o cristianismo onde Jesus não é mais o Senhor, a cabeça do corpo, onde quem manda são líderes mal intencionados, as famílias mais antigas ou maiores da igreja.

Abandonem o cristianismo onde as pessoas buscam títulos, cargos, posições privilegiadas, e não querem o mais nobre título “servos de Jesus Cristo”.

Abandonem o cristianismo onde as pessoas não são transformadas, não mudam seu jeito de falar, seu comportamento, suas ações e reações.

Por favor, faço um apelo que abandonem esse “cristianismo” vivido por pessoas que querem ser chamadas de “evangélicas”, mas não de cristãos, não mais de discípulos de Cristo, não mais de servos.

Abandonem esse Cristianismo, ou melhor, voltemos ao Evangelho puro e simples de Jesus Cristo!

Pr. Samuel Amaro dos Santos (via O Jornal Batista, Edição 47, p. 4)

3 comentários:

  1. E vamos abandonar o evangelho que transforma pastores e "artistas gospel" em verdadeiros "senhores mordomos". Onde é muito enfatizado Malaquias 3, adoram falar que quem prega o evangelho deve 'viver do evangelho' (1Co 9:14), mas omitem que Paulo disse que "nem comemos de graça o pão de ninguém, antes com labor e fadiga trabalhávamos noite e dia para não sermos pesados a nenhum de vós." (1Tess 3:8). Pois os anciãos tbm pregam o evangelho nas igrejas semelhantemente aos pastores (ou até mais!!), e os mesmos assim como Paulo ainda trabalham dia e noite, chegam na igreja de bicicleta e deixam seus dízimos que muitas vezes alimentam pastores avarentos e acumuladores de bens materiais (carrões luxuosos, restaurantes extravagantes,etc...). Ora, pra viver do evangelho não é preciso salários exorbitantes aos pastores, enquanto os fiéis continuam a mendigar ou sobreviver com um salário mínimo. Cantores da novo tempo que cobram cerca de 7 MIL REAIS para participar de um programa jovem num sábado a noite?! Hj em dia viver do evangelho é lucro, vantajoso, e os sacrifícios, perseguições, necessidades, isso tudo tá muito longe desses 'servos do Senhor'. O resultado disso é a vaidade e ganância tomando conta de nossas igrejas! Sim Pastor vamos voltar ao evangelho original, da igreja primitiva, onde TODOS (membros e líderes) tinham tudo em comum (Atos 2:44-46). Eu topo! E o senhor?

    ResponderExcluir
  2. Puxa é sinistro eu canto por qunhentos reals...A noite toda vou ganha mais do que fazer casas...Tá bom trezentos!!!!

    ResponderExcluir
  3. Cristianismo assim como Yeshua (jesus), foram criados pelo imperador Constantino com o intuito de tornar seu império forte e unido, e a única maneira de fazer isso na época era juntar as crenças e cultos pagãos e uni-los numa figura (Jesus) e criar uma religião "universal"... O cristianismo é uma fusão de cultos pagãos da antiguidade, assim como Yeshua (Jesus) é um mito, uma figura esboçada por traços de "deuses" pagãos da antiguidade...
    Eis a verdadeira origem do cristianismo e de seu suposto homem-deus...
    ABANDONEM O CRISTIANISMO.!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...