quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Haverá casamento, relações sexuais e procriação na Nova Terra?


As palavras “na ressurreição, nem casam, nem se dão em casamento; são, porém, como os anjos no céu” (Mt 22:30), constituem-se numa revelação especial de Jesus sobre o futuro dos remidos. 

Em função de sua natureza espiritual (Hb 1:14), os anjos de Deus não se casam e nem procriam. Eles foram criados por Deus para executarem a Sua vontade como mensageiros. Por sua vez, os seres humanos foram criados por Deus para serem fecundos, multiplicar-se, encher a terra, sujeitarem-na e dominar os animais (Gn 1:28). Diferentemente dos anjos, que são seres espirituais, o ser humano foi feito do barro (Gn 2:7) e recebeu a incumbência de procriar por meio da instituição matrimonial (Gn 2:24). Em comparação aos anjos, os homens são inferiores (Hb 2:7). 

Um dos propósitos divinos em criar o ser humano era que este, após ser aprovado no teste, repovoasse o céu, em lugar dos anjos que foram expulsos com Satanás. Este propósito será alcançado após a ressurreição dos justos. Em si, este fato significará uma promoção funcional para os justos redimidos, pois, de acordo com a revelação de Cristo, eles serão “como os anjos no céu” (Mt 22:30). Deste modo, “como os anjos no céu” não significa que os remidos se tornarão anjos, mas que desfrutarão dos privilégios dos anjos, como estar na presença de Deus, louvar a Sua Pessoa, receberem asas e, principalmente, cumprir uma missão especial, que será a de testemunhar aos habitantes dos outros mundos que não pecaram sobre o amor e a justiça de Deus. 

Assim, os justos redimidos, por serem levados ao céu pelo Senhor, compartilharão da mesma condição dos anjos, onde não é necessário o casamento nem a procriação, porque exercerão uma função eminentemente superior às que realizavam na terra. Enfim, os remidos não casarão e não se darão em casamento porque o Senhor também o revelou à Sua serva Ellen G. White:
"Homens há hoje que expressam a crença de que haverá casamentos e nascimentos na Nova Terra; os que creem nas Escrituras, porém, não podem admitir tais doutrinas. A doutrina de que nascerão filhos na Nova Terra não constitui parte da “firme palavra da profecia” (2Pe 1:19). As palavras de Cristo são demasiado claras para serem mal compreendidas. Elas esclarecem de uma vez por todas a questão dos casamentos e nascimentos na Nova Terra. Nenhum dos que forem despertados da morte, nem dos que forem trasladados sem ver a morte, casará ou será dado em casamento. Eles serão como os anjos de Deus, membros da família real." (Medicina e salvação, 99-100)
Há uma outra declaração de Ellen G. White que contribui para esclarecer a origem das crenças referentes a casamento na nova terra. Em carta endereçada a determinado irmão ela afirmou:
"O inimigo ganha muito quando consegue levar a imaginação de um dos escolhidos servos de Jeová a demorar o pensamento nas possibilidades de associação, no mundo por vir, com uma mulher a quem ama, e ali criar família. Não precisamos desses quadros aprazíveis. Todos esses pontos de vista se originam da mente do tentador. Temos a clara afirmação de Cristo de que no mundo vindouro os redimidos “não se casam, nem se dão em casamento. Pois não podem mais morrer, porque são iguais aos anjos e são filhos de Deus, sendo filhos da ressurreição”. (Lc 20:35 e 36). Foi-me apresentado o fato de que as fábulas espirituais estão levando cativos a muitos. Tua mente é sensual e, a menos que venha uma mudança, isso se demonstrará tua ruína. A todos os que condescendem com fantasias profanas, desejo dizer: Parai por amor de Cristo, parai exatamente onde estais. Estais em terreno proibido. Arrependei-vos, eu vos rogo, e convertei-vos." (Carta 231, 1903)
Desse modo, pode-se perceber que os ensinos relacionados com a realização de casamentos, relações sexuais e procriação a terem lugar na Nova Terra têm sua origem e inspiração com Satanás, o inimigo de Deus. Como bem se pode constatar, não haverá relacionamento conjugal na vida pós-ressurreição, no sentido de relações íntimas e procriação. Por outro lado, haverá convivência familiar. Em carta escrita a um irmão que perdera sua esposa e ficara só para cuidar dos filhos, Ellen G. White afirmou:
"Oraremos por vós e por vossos preciosos pequeninos, para que possais, mediante paciente continuação em fazer o bem, conservar vossa face e vossos passos sempre em direção do Céu. Oraremos para que tenhais influência e êxito em guiar vossos pequenos, a fim de que, com eles, possais alcançar a coroa da vida, e no lar lá de cima, que agora está sendo preparado para nós, vós e vossa esposa e filhos possais ser uma família reunida, feliz e jubilosa, para nunca mais vos separardes. Com muito amor e simpatia." (Carta 143, 1903)
Após Sua segunda vinda, Cristo levará os justos vivos transformados e os justos ressuscitados para estarem com Ele, inicialmente por mil anos no céu e, depois, pelos anos da eternidade nesta terra que será renovada. Os salvos não casarão nem se darão em casamento porque vivenciarão uma nova qualidade de existência. Eles fruirão eternamente a presença de Deus e Seus anjos.

Alguns não conseguem compreender por que na nova ordem da vida pós-ressurreição não haverá casamento, relações sexuais e procriação. Argumentam que aquilo que era bom e não tinha relação com o pecado deveria continuar na eternidade. Pareceria uma injustiça privar os salvos da intimidade do relacionamento conjugal. Neste aspecto, trata-se de uma subestimação pueril do caráter e poder de Deus. É bom lembrar as palavras do apóstolo Paulo: “Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que O amam” (1Co 2:9). É preciso confiar, Deus tem algo infinitamente melhor entesourado para os Seus filhos redimidos do que casamento e sexo. Certamente os relacionamentos na vida por vir serão mais íntimos do que no casamento e a comunicação, mais profunda do que o sexo.

26 comentários:

  1. Muito bem explicado,e penso que Deus tem coisas bem melhores pra nós no céu...Mas quando as crianças que chegar ao céu,crescer, não teremos mais crianças no céu?
    Não parece estranho um céu sem crianças?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amei a explicação. creio que diante do que Deus tem preparado para nós, não sentiremos falta alguma.E acho que não vamos ficar sem crianças no céu, já que não iremos envelhecer, creio que as crianças que forem, permanecerão crianças, só seremos transformados!? Penso eu.

      Excluir
    2. Eu creio por conta do que está na Palavra de Deus, não por conta da Ellen Wather. Mas tenho uma pergunta ao professor: Se as esposas junto aos filhos vão se reunir como família no céu com seus esposos o que dizer das viúvas que se casaram de novo? Vai se reunir no céu com quem se o viúvo tiver casado com alguém que não tinha casado e nem era viúva?

      Excluir
    3. eu me fiz esta mesma pergunta até escutar o pastor Luis Gonçalves explicar que Elle White viu que Adão Chorou ao ver flores murchando. Bom... eu deduzi que as crianças serão como as flores e frutos do Jardim do Éden, que desabrochavam sem murchar, frutificavam sem apodrecer, percebe? Deduzo que as crianças vão se desenvolver até o pico de perfeição projetada por Deus, e que a partir daí, não mais envelhecerão, mas terão vida eterna.

      Excluir
  2. Muito clara a explicação Professor... uma Pergunta... um homem com 20 anos fora dos caminhos do senhor tem um filho com uma moça e eles não casam... depois de maduro sei lá com 35 anos esse homem casa e tem com a esposa 2 filhos... esse homem com a sua esposa e seus dois filhos são salvos e vão morar no Céu e o primeiro tbm aceitou Jesus e tbm foi morar no ceu... mas a mae dele tbm casou e tbm foi pro ceu...como vai ser essa convivenvia lá no Céu??? Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luiz, este blog não é do Leandro Quadros. Por favor, dirija a pergunta diretamente a ele na sua página no facebook. Obrigado por participar!

      Excluir
    2. Como dito seremos como os anjos, então não teremos ciúmes ou mesquinharia, seremos todos irmãos, sem pensamentos mundanos. Podemos tirar como lição os nossos irmãos de sangue na terra, um irmão seu pode se casar, outro ir morar longe, mas quando se unem são uma família, não importando que caminhos o outro seguiu, no céu também será assim seremos todos irmãos e viveremos todos juntos, formando uma grande família feliz em Cristo.

      Excluir
  3. Boa tarde,de pronto ,prometo pesquisa um texto dá irmã que fala explicitamente,sobre o casamento pra essa vida é a vidoura.se não tivesse os dez fazer e não fazer na vida eterna,tudo bem ,mas eles são eternos, já existiam e vão continuar existindo, alguns textos fora do contexto vira um mau pretexto, por isso vimos tanta coisa erada e o espírito santo cada vez mas longe, não vivemos como os apóstolos ,não curamos ,não resistiram os,não agimos como bom samaritano e nem tão pouco como a viúva pobre, de Gênesis a apocalipce fala sobre casamento e mas importante que o sábado ,o sábado e o selo,os nove são a carta, selo só ,não é nada, fiquem com Deus,e o espírito santo nos abra as mentes pró tempo que vivemos que muito breve

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde...
    Você afirma que "Um dos propósitos divinos em criar o ser humano era que este, após ser aprovado no teste, repovoasse o céu, em lugar dos anjos que foram expulsos com Satanás". Em que se baseia esta afirmação?

    ResponderExcluir
  5. Quem escreve o nome do Espírito Santo com inicial minúscula, como fazem as chamadas Testemunhas de Jeová, ou abreviado, é porque não crê na Sua divindade!

    ResponderExcluir
  6. Livro de Hanok(Enoc)

    Capítulo 7
    1
    E aconteceu depois que os filhos dos homens se multiplicaram naqueles dias, nasceram
    -
    lhe filhas,
    elegantes e belas.
    2
    E quando os malachim(anjos,)
    (3)
    os filhos dos céus, viram
    -
    nas, enamorara-se delas, dizendo uns para os
    outros: Vinde, selecionemos para nós mesmos esposas da progênie dos homens, e geremos filhos.
    (3) No texto aramaico lê

    os "Sentinelas" (J.T. Milik, Aramaic Fragments of Qumran Cav
    e 4 [Oxford: Clarendon Press,
    1976], p. 167)

    Capítulo 7
    1E aconteceu depois que os filhos dos homens se multiplicaram naqueles dias, nasceram-lhe filhas, elegantes e belas.
    2E quando os malachim (anjos,) os filhos dos shamaym (céus,) viram-nas, enamoraram-se delas, dizendo uns para os outros: Vinde, selecionemos para nós mesmos esposas da progênie dos homens, e geremos filhos. (bereshet 6;1-4)
    (3) No texto aramaico lê-se "Sentinelas" (J.T. Milik, Aramaic Fragments of Qumran Cave 4 [Oxford: Clarendon Press, 1976], p. 167).
    3Então seu líder Samyaza disse-lhes: Eu temo que talvez possais indispor-vos na realização deste empreendimento;
    4E que só eu sofrerei por tão grave crime.
    5Mas eles responderam-lhe e disseram: Nós todos juramos;
    6 (e amarraram-se por mútuos juramentos), que nós não mudaremos nossa intenção mas executamos nosso empreendimento projetado.
    7Então eles juraram todos juntos, e todos se amarraram (ou uniram) por mútuo juramento. Todo seu número era duzentos, os quais descendiam de Ardis, (4) o qual é o topo do monte Armon.
    (4) de Ardis. Ou, "nos dias de Jared" (R.H. Charles, ed. and trans., The Book of Enoch [Oxford: Clarendon Press, 1893], p. 63).
    8Aquele monte portanto foi chamado Armon, porque eles tinham juarado sobre ele, e amarraram-se por mútuo juramento.
    (5) Mt. Armon, ou Monte Hermon deriva seu nome do hebreu herem, uma maldição (Charles, p. 63).
    9Estes são os nomes de seus chefes: Samyaza, que era o seu líder, Urakabarameel, Akibeel, Tamiel, Ramuel, Danel, Azkeel, Saraknyal, Asael, Armers, Batraal, Anane, Zavebe, Samsaveel, Ertael, Turel, Yomyael, Arazyal. Estes eram os prefeitos dos duzentos Malachim(anjos, )e os restantes estavam todos com eles. (6)



    E a malachim celestiais que não guardam a primeira
    casa deles, mas deixaram sua própria casa(corpo), portanto, Ele
    lhes reservou à cadeias eternas, sob trevas, para o mishpat
    do grande Yom HaDin.
    7 Assim como Sedom e Amora, e as cidades em volta
    delas, de modo semelhante,aos malachim(anjos) se entregando a si mesmas â
    homossexualismo, e seguindo após carne estranha(sexo contrario a natureza), são postas
    como um exemplo, sofrendo o mishpat do fogo eterno.

    Os malachim(anjos) que haviam humanizados e casados com as filhas dos homens...quando veio o Diluvio de aguas, tomaram novamente seu corpos angelicais e retornaram ao shamaym(ceus), mas, não foram mais aceitos pelo Criador...yahveh não perdoou os malachim(anjos) que pecaram... não guardando sua primazia, mas, abandonaram a sua habitação...2ª kefah=Pedro 2; 4-7..E Yahdah..6,7 e refs...

    ResponderExcluir
  7. Estou convicto que Deus tem pra nós e melhor,o casamento mesmo que o casal esteja afinado,somos imperfeitos,então creio que haverá algo perfeito no plano de Deus.

    ResponderExcluir
  8. A ordem " Crescei e multiplicai" vem antes do pecado, então pela lógica, se o pecado nao houvesse entrado na terra, essa ordem seria eterna, ou Deus poria um fim na procriação? Outra coisa, o pecado apenas interrompeu um plano e não acabou com ele, portanto, pela lógica, após o extermínio do pecado, tudo voltaria como era antes dele na nova terra, então continuaria a ordem para a procriação.

    ResponderExcluir
  9. Estou convicto que Deus tem pra nós e melhor,o casamento mesmo que o casal esteja afinado,somos imperfeitos,então creio que haverá algo perfeito no plano de Deus.

    ResponderExcluir
  10. Lendo alguns comentários , e vendo outras perguntas, creio que até mesmo o professor não saberia responder com tantos detalhes! Para essas respostas simplesmente não há respaldo bíblico.
    Seria suficiente colocarmos em nosso corações o desejo de estar no céu e gozar de todas as maravilhas que Deus tem preparados para nós...Oque está revelado está revelado! Realmente concordo que não haverá casamento na nova terra, isso a Bíblia deixa super claro!
    Agora para qualquer outra pergunta ,ou curiosidade deixo essa passagem bíblica
    29 O que está oculto pertence ao Senhor, nosso Deus; o que foi revelado é para nós e para nossos filhos, para sempre, a fim de que ponhamos em prática todas as palavras desta lei Deuteronômio 29:29
    Um grande abraço a todos!

    ResponderExcluir
  11. Fiquei comu uma dúvida em relação ao motivo pra Deus ter criado o homem para procriar. De acordo com o post foi repovoar o céu e substituir os anjos caídos. Havia então uma quantidade de seres humanos determinada para nascer? E quando fosse completado o número de anjos,o homem perderia a habilidade ou autorização para procriar? O que a Bíblia diz sobre isso?

    ResponderExcluir
  12. Não devemos nós preoculpa com o fato de não existir relação sexual no ceu, o gozo desfrutado pelos remidos será muito maior que qualquer prazer momentâneo e simplista desta terra.

    Deus nós dá outros tipos de prazer aqui, come, rir, ser amado, amar, conviver, trabalhar, cantar etc. com certeza haverá na eternidade gozo sem iqual.

    ResponderExcluir
  13. Acho que batemos o martelo em coisas não reveladas muito facilmente. Não creio que Cristo ou Ellen White, desejassem falar em detalhes o que irá acontecer particularment. com cada relação conjugal. Concordo com o comentário anterior ao último. Há muitos casamentos felizes. E sexualidade não é somente ato sexual. Vai muito além. Tem haver com a nossa identidade. Ou vamos ser unissex? A mulher deixará de ser mulher, o homem deixará de ser homem? É bem contraditório. Construo a vida ao lado de um companheiro, e na nova terra cada um constrói sua habitação? Não posso beijá-lo na boca, porque isso é "profano"? Ah, não vou tet esse desejo, esqueci desse argumento! Sem pé e sem cabeça. Não estou falando de ato sexual, conjunção carnal. Casamento não é só isso. Mas e quanto ao companheirismo de uma vida toda? A cumplicidade e intimidade que só se desfruta com o cônjuge? Sim, porque é totalmente diferente relacionamento de amigos, irmãos, filhos, pais. Complicado e delicado. Não estou entrando no mérito dos solteiros, mas de quem já tem um cônjuge. E vive uma vida com ele e só ele, e está muito feliz. O que dizer de se tornar uma só carne? O que Deus uniu não separe o homem? Eu quero ir para o céu com meu esposo. E não quero que ele seja mais um na multidão. Quero construir a nossa casa no lar eterno. Isso é que me mantém com esperança. Poderia perguntar aos que defendem essa tese, porque se casaram? Se eu acreditasse nisso, preferiria ficar solteira, porque é totalmente estranho.

    ResponderExcluir
  14. Quem insistiu o casamento e o sexo foi Jeová, como pode estes ser algo do Diabo? Claro que ele profana por haver coisas terríveis sendo o sexo fora.do contexto para qua Deus criou, mas se Deus fez o casamento um laço sagrado antes do pecado, como casamento e sexo são ensinos demoníacos? Como depois de.mil anos vão voltar a viver na terra mas num corpo espiritual igua aos anjos? Grande salada na cabeça das pessoas vocês fazem, pois Deus continua com seu propósito, e só acredito na bíblia pois ellen wite foi um ser humano assim como.o.papa e pode falar oque - quiser Deus fiéis vao seguir, sigo a bíblia não pessoas ou ellen wite escreveu algum livro da bíblia abram os.olhos pra verdade.

    ResponderExcluir
  15. Fiquei em duvida ainda. Teremos asas como os anjos?

    ResponderExcluir
  16. O que está preparado para nós na eternidade é com certeza tão bom que está muito além de nossa compreensão.O importante é estarmos lá, e todos podemos estar,pois Jesus já pagou o preço!

    ResponderExcluir
  17. Você usou I Coríntios 2:9 de maneira errada. Leia o contexto da perícope e verá que Paulo não está falando sobre Nova Terra. Não duvido que lá terá coisas que nunca imaginamos, mas usar um texto para dizer o que ele não está dizendo não é prudente, e foge do pensamento hermenêutico. Abraço.

    ResponderExcluir
  18. Sei que Deus tem sempre o melhor para os seus filhos. Creio que será até melhor do que aqui, todas as sensações e alegrias. Eu creio que Deus fará algo maravilhoso para seus filhos e quero estar lá com minha família pra sempre🙏

    ResponderExcluir
  19. boa eu estava pensando essa semana esse assunto, porque perguntaram a jesus que ,o esposo que pederam a sua sua esposa ficaria com a qual e jesus responde dizendo que no ceu nao teria casamento eu entao eu pensei que as x esposas que casaram vao fica com os familiares ou com o esposo que tornara amigo delas esso mesmo querm pode mi responder ?

    ResponderExcluir
  20. De um lado eu vejo claramente que Jesus diz que não vai haver casamentos no céu.

    Do outro lado eu acredito que Deus criou o sexo para termos a melhor sensação com a pessoa que realmente amamos.


    Então as minhas duvidas são : Teria o diabo arruinado esse sistema sagrado do casamento, e que por isso ficará como algo velho ou arruinado ?

    Ou a verdade que Jesus se referia aos casamentos somente no céu e não na nova terra, e que realmente tudo voltaria como era antes; antes do pecado ter entrado no mundo.

    Complicado

    ResponderExcluir