sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Imagem de menino resgatado de bombardeio na Síria comove o mundo


A guerra na Síria produziu mais uma imagem simbólica e comovente. A imagem é de uma criança que não chora; um menino sujo de pó e sangue. Resignado, mas não em paz. O registro acontece depois de um bombardeio em Aleppo. Omran Daqneesh é resgatado dos escombros e levado à ambulância para atendimento. Ele não fala uma palavra, não reclama. Olha nos olhos do mundo pelas lentes da câmera. O garoto comportado da guerra fica em silêncio. A mão encontra o rosto machucado e tenta entender o que aconteceu. Omran recebe a companhia de outras crianças. Os pais e os três irmãos dele teriam sobrevivido. Segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos, com sede na Inglaterra, três pessoas morreram nesse ataque. A ONU pediu uma pausa de 48 horas nos confrontos para conseguir levar comida e remédios à cidade de Aleppo.

Omran tem 5 anos, a idade de uma guerra que já matou 250 mil pessoas e desalojou 11 milhões na Síria. O menino é vítima de uma catástrofe humanitária e da inércia da comunidade internacional.

[Assista aqui a reportagem do Jornal Nacional]

"Vivemos em meio de uma epidemia de crime, diante da qual ficam estupefatos os homens pensantes e tementes a Deus em toda parte... Cada dia traz seu doloroso registro de violência e ilegalidade, de indiferença aos sofrimentos do próximo, de brutal e diabólica destruição de vidas humanas. Cada dia testifica do aumento da loucura, do assassínio, do suicídio. Quem pode duvidar que instrumentos satânicos se achem em operação entre os homens, numa atividade crescente, para perturbar e corromper a mente, contaminar e destruir o corpo?" (A Ciência do Bom Viver, p. 142)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...