quinta-feira, 17 de novembro de 2016

7 maneiras de expulsar os visitantes das igrejas


Aqui estão algumas dicas práticas do pastor Emilio Abdala, evangelista e coordenador de Missão Global da União Central Brasileira da Igreja Adventista do Sétimo Dia, a serem consideradas por uma igreja que considera melhorar a qualidade na recepção e assimilação dos visitantes.

1. Elas não são amigáveis ​​com os novos visitantes
A maioria dos visitantes forma uma impressão sobre a igreja dentro dos primeiros 10 minutos de sua visita. É muito importante que eles sejam calorosamente recebidos quando chegarem e sejam guiados para um lugar apropriado. E a atenção dada pelos recepcionistas não substitui a atenção individual dos membros. Há dois momentos de tensão em sua experiência de contato com a igreja: quando eles entram no edifício e quando saem. Esse segundo momento é o mais negligenciado. É aqui que os membros se juntam em seus grupos e os visitantes acabam saindo sem atenção.

2. Elas são excessivamente amigáveis ​​para os novos visitantes
Os visitantes gostam da atenção pessoal dos membros, mas não valorizam atenção pública. Os extrovertidos podem até não se importar com adesivos colados em sua roupa, em se levantar para dizer seu nome, mas os introvertidos (eu me identifico aqui) preferem a anônima privacidade. Tenha em mente que a maioria dos visitantes de sua igreja está inicialmente explorando sua comunidade. Alguns gostam de participar de um pequeno grupo e de atenções e outros simplesmente preferem observar antes de participar. Evite constranger as pessoas que visitam a sua igreja pela primeira vez colocando-as no foco das atenções.

3. Não existe fontes de informação
Torne o quanto possível fácil para um visitante obter mais informações sobre a igreja ou sobre como se conectar com uma atividade ou ministério da igreja que atenda sua necessidade. Certifique-se de que exista um lugar ou uma mesa onde um visitante possa obter informações ou folhetos. Você também pode considerar colocar informações em alguns dos assentos ou nos compartimentos atrás de cada banco. Pelo menos, mostre o website da sua igreja na tela durante o tempo do anúncio.

4. O serviço de culto é mal executado
Aproveite o tempo para treinar adequadamente seus voluntários com os equipamentos de iluminação e som. Os músicos estão preparados para os serviços do sábado ou domingo à noite? Se não, considere implementar uma prática de ensaios durante a semana ou na manhã antes do programa. Certifique-se de que todos conhecem suas dicas de transição ao entrar e sair da plataforma para evitar momentos mortos. Não custa investir qualquer dinheiro extra para fazer as coisas bem.

5. Há muito foco nos “assuntos da igreja”
De vez em quando, é necessário que uma igreja reserve algum momento para leitura de atas da comissão ou anúncios de suas atividades em um culto de adoração. Este pode ser um anúncio sobre um próximo evento ou sobre o funcionamento de determinado departamento ou ministério. Mas certifique-se que isto não ocupe uma grande parte do serviço ou seja uma ocorrência semanal. Os visitantes não são emocionalmente preparados para entender os conflitos e problemas da igreja e podem sentir que esses anúncios estão fora de lugar.

6. Eles se sentem pressionados durante a oferta
Dar é uma parte importante e necessária da igreja. Não é apenas bíblica, mas também é uma prática espiritual maravilhosa para os membros da igreja. Quando bem feito, esse momento constrói a comunidade e encoraja a generosidade fora dos muros da igreja. Mas certifique-se de que a maneira pela qual sua igreja pede as ofertas não é uma prática estranha ou igual a determinados pastores da mídia. Um visitante não deve sentir a obrigação de dar.

7. Eles não são assimilados na igreja
Igrejas que assimilam os visitantes, geralmente fazem uma visita ou uma ligação telefônica dentro de 48 horas (recomenda-se que esse primeiro contato seja feito por telefone ao invés de pessoalmente). Deve ser um breve contato para fazer o visitante saber que a igreja apreciou sua presença e perguntar-lhe se existe algo que a igreja possa fazer para ajudá-lo. O propósito desse contato é familiarizar e encorajar o visitante a retornar uma segunda vez. Não se deve tentar evangelizar nesse primeiro contato.

Se o visitante retornar, um segundo contato deve ser feito, agora através de uma visita feita preferencialmente por membros leigos da mesma idade. Um casal idoso visitando um casal jovem não ajuda a construir relacionamentos nesse estágio inicial de seu envolvimento com a igreja. Deve-se encorajar o visitante a se envolver em alguma atividade da igreja. Se eles cantam, convide-os a se unirem a um grupo musical. Se eles têm crianças, matricule-as no Clube de Desbravadores. Caso tenham interesse em estudar temas especializados do interesse do casal, sugira um pequeno grupo para ajudá-los a ter companheirismo com outros casais da igreja. Se eles não são adventistas, ofereça-lhes um estudo bíblico nesse ponto. Lembre-se que as pessoas precisam integrar-se a outras pessoas antes que se sintam parte da igreja. Temos de entender que conhecer doutrinas não é a única coisa importante para alguém que se une à igreja.

E agora, como você vai se preparar para receber seus visitantes neste final de semana? [UCB]

10 comentários:

  1. Gostei da dica, tem que ser assim mesmo,e aproveitando a oportunidade para dizer que quando um visitante passa a ser um membro da igreja, que os irmãos continuem dando a máxima atenção até que ele,o membro, possa andar sozinho,mas sem deixar de dar atenção como era antes. A final somos uma eterna família.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, achei muito interessante artigo.
    Sou visitante da 1° Igreja Batista. Essa está sendo a minha primeira caminhada depois de anos parado, sempre desejei ir a uma igreja tradicional, estou estudando para Batismo, o que me tornará salvo e membro oficial da igreja. digo que boa parte desse artigo a igreja não cumpriu ao me receber, fazendo assim com que eu me interesse cada vez mais em fazer parte da igreja. Como o líder da igreja disse; "A nossa igreja tem erros" eu como visitante gostei da sua sinceridade em reconhecer que há erros pois uma igreja é formada de vários membros, uma parte obediente e justa e outra imperfeita.

    Deus abençoe.

    ResponderExcluir
  3. maravilhoso, esse post pois sempre vi a recepçao de nossa igreja persima, fria sem acolhimento,o que salva é os estudos profundos sobre a bíblia. podemos melhora como pessoa, ser mais acolhedor prestativo isso é humano amo ser adventista porem decepcionada com o contato interno da igreja.

    ResponderExcluir
  4. Fui em várias em igrejas adventistas, uma delas, que não vou citar o nome aqui, a esposa do pastor pediu ao final do culto meu telefone para contato, estou esperando até hoje, depois de dois anos, nunca me ligarem. Me senti constrangida com a roupa das mulheres em outra igreja adventista, era sábado de manhã e algumas estavam vestidas com vestido de festa com brilho, eu estava de calças e fiquei sem graça, parecia casamento e todas eram madrinhas. E o pior, é que me olhavam o tempo todo de cima a baixo, foi muito estranho. Não voltei mais. Só assisto a Novo Tempo pela TV.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Lika realmente é assim as vezes, mas vou falar uma coisa isso existe em todas as igrejas sabe, falo porque já andei por algumas ai e realmente muitos não vivem ainda o que Jesus ensina sobre o amor. Mas sabe o que eu aprendi? Bolas pra todos e continuo indo assim mesmo, porque entendi que tudo não passa de máscaras, roupa é máscara, sapato, perfume, enfim, quando pensamos no quanto somos pó e precisamos de Jesus, não é roupa de ninguém que afasta ele da gente muito menos uma ligação. Continue indo Lika, e Jesus te ama muito e quer você junto dele.

      Excluir
    2. Lika, sinto muitíssimo pelo que te aconteceu. Infelizmente, a igreja é formada por seres humanos imperfeitos que inevitavelmente cometem erros, tanto os pastores como seus membros. Posso te garantir que o que ocorreu foi uma exceção não uma regra. Existem pessoas dentro das igrejas que ainda não compreenderam o que significa nossa missão aqui na terra e perdem o foco no mais importante que é levar outras pessoas a conhecerem o amor de Jesus. Não desista, volte lá e foque em Jesus, não nas pessoas. Lá você conhecerá a esperança e o amor maravilhoso dEle. Fique com Deus.

      Excluir
    3. Não se prenda a realidade desta igreja Adventista que visitou, vá em outras igrejas Adventistas para tirar esta impressão, nem todas são assim, estarei orando por vc.

      Excluir
  5. Lika,gostaria de colocar minha opinião, se me permitires, pois fiquei sensibilizada com sua experiência. Sabe, acho que é possível que a esposa do pastor em questão possa ter perdido seu número e esteja até hoje também esperando uma próxima visita sua...muitas são as possibilidades, então não se pode focar em uma.A igreja adventista é conhecida por receber bem as visitas, mas é claro que por não ser perfeita algumas coisas podem falhar em determinados momentos. Pensei que se você gosta de assistir a TV Novo Tempo, você tem uma grande inclinação a se tornar membro da igreja, então não deixe que pensamentos negativos a levem para longe daquilo que já esteve tão perto de você. Saiba que a igreja é um lugar onde pessoas de todas as circunstancias de vida frequentam, umas estão de passagem, outras são membros eventuais e outras são membros fervorosos, que realmente estão ali porque amam ao Senhor. Quero lhe pedir que não desista, pois é precioso demais o que Deus tem preparado para aqueles que decidem andar com ELE. As roupas que vestimos, os coisas materiais que conquistamos, a casa que moramos, enfim, nada se pode comparar ao que Deus tem pra nos oferecer. Procure a igreja num outro endereço e não desista. Abra o coração e ore a Deus e ELE vai te mostrar o caminho por onde deves passar. Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Temos visto que as igrejas menores e mais humildes são mais acolhedoras que as dos grandes centros, não só com os visitantes que ainda não são membros, mas com os membros visitantes e isso não só está nas igrejas e sim também nas entidades, as vezes estamos em uma recepção de uma entidade passa pastores funcionário e o que parece é que as pessoas que se encontra naquele local é só mais um objeto que faz parte da decoração do ressinto, isso precisa ser mudado como em todos. Falo isso porque já presenciei fatos assim. parabéns pastor Emílio pela sua iniciativa que Deus nos abençoe. um forte abraço.

    ResponderExcluir