segunda-feira, 24 de abril de 2017

Quem são as pessoas que não estarão no Céu?

Textos extraídos do livro Visões do Céu, capítulo 12, Alguns que não estarão lá, de Ellen White:

Caim
Apesar de Caim haver merecido a sentença de morte pelos seus crimes, um Criador misericordioso ainda lhe poupou a vida, e concedeu-lhe oportunidade para o arrependimento. Mas Caim viveu apenas para endurecer o coração, para incentivar a rebelião contra a autoridade divina, e tornar-se o chefe de uma linhagem de pecadores ousados e perdidos. Esse único apóstata, dirigido por Satanás, tornou-se o tentador para outros; e seu exemplo e influência exerceram uma força desmoralizadora, até que a Terra se corrompeu e se encheu de violência a ponto de reclamar a sua destruição.

A mulher de Ló
Se o próprio Ló não houvesse manifestado hesitação em obedecer à advertência do anjo, antes tivesse ansiosamente fugido para as montanhas, sem uma palavra de insistência ou súplica, sua esposa teria também podido escapar. A influência de seu exemplo a teria salvo do pecado que selou a sua perdição. Mas a hesitação e demora dele fizeram com que ela considerasse levianamente a advertência divina. Ao mesmo tempo em que seu corpo estava sobre a planície, o coração apegava-se a Sodoma, e ela pereceu com Sodoma. Rebelara-se contra Deus porque Seus juízos envolviam na ruína as posses e os filhos. Posto que tão grandemente favorecida ao ser chamada da ímpia cidade, entendeu que era tratada severamente, porque a riqueza que tinha levado anos para acumular devia ser deixada para a destruição. Em vez de aceitar com gratidão o livramento, presunçosamente olhou para trás, desejando a vida daqueles que haviam rejeitado a advertência divina. Seu pecado mostrou ser ela indigna da vida, por cuja preservação tão pouca gratidão sentira.

O Rei Saul
Saul sabia que nessa última ação, de consultar a médium de Endor, estava rompendo o único fio que ainda o ligava a Deus. O que não conseguira antes, com toda a sua obstinação, era agora final e definitivo: esse ato selou a sua separação de Deus. E chegou a fazer um concerto com a morte, um acordo com o inferno. O cálice da sua iniquidade transbordou.

Judas
Deus determinou meios, para que, se nós os usarmos diligentemente e com oração, nenhuma nau sofra naufrágio, mas subsista à tempestade e à tormenta, e ancore num Céu de bem-aventuranças afinal. Mas se desprezarmos e negligenciarmos esses decretos e privilégios, Deus não realizará um milagre para salvar a qualquer um de nós, e estaremos perdidos como Judas e Satanás.

Herodes, Herodias, Pilatos e outras pessoas
E agora, perante a multidão agitada, revelam-se as cenas finais — o paciente Sofredor trilhando o caminho do Calvário, o Príncipe do Céu suspenso na cruz; os altivos sacerdotes e a plebe zombeteira a escarnecer de Sua agonia mortal, as trevas sobrenaturais; a Terra a palpitar, as pedras despedaçadas, as sepulturas abertas, assinalando o momento em que o Redentor do mundo rendeu a vida. O terrível espetáculo aparece exatamente como foi. Satanás, seus anjos e súditos não têm poder para se desviarem do quadro que é a sua própria obra. Cada ator relembra a parte que desempenhou. Herodes, matando as inocentes crianças de Belém, a fim de que pudesse destruir o Rei de Israel; a vil Herodias, sobre cuja alma criminosa repousa o sangue de João Batista; o fraco Pilatos, subserviente às circunstâncias; os soldados zombadores; os sacerdotes e príncipes, e a multidão furiosa que clamou: “O Seu sangue caia sobre nós e sobre nossos filhos!” — todos contemplam a enormidade de seu crime. Em vão procuram ocultar-se da majestade divina de Seu rosto, mais resplandecente que o Sol, enquanto os remidos lançam suas coroas aos pés do Salvador, exclamando: “Ele morreu por mim!”

Nero e sua mãe
Entre a multidão resgatada acham-se os apóstolos de Cristo, o heroico Paulo, o ardoroso Pedro, o amado e amante João, e seus fiéis irmãos, e com estes o vasto exército dos mártires, ao passo que, fora dos muros, com tudo o que é vil e abominável, estão aqueles pelos quais foram perseguidos, presos e mortos. Ali está Nero, aquele monstro de crueldade e vício, contemplando a alegria e exaltação daqueles que torturava, e em cujas aflições extremas encontrara deleite satânico. Sua mãe ali está para testemunhar o resultado de sua própria obra; para ver como os maus traços de caráter transmitidos a seu filho, as paixões incentivadas e desenvolvidas por sua influência e exemplo, produziram frutos nos crimes que fizeram o mundo estremecer.

Sacerdotes e Pontífices
Ali estão sacerdotes e prelados católicos, que pretendiam ser embaixadores de Cristo e, no entanto, empregaram a tortura, a masmorra, a fogueira para dominar a consciência de Seu povo. Ali estão os orgulhosos pontífices que se exaltaram acima de Deus e pretenderam mudar a lei do Altíssimo. Aqueles pretensos pais da igreja tem uma conta a prestar a Deus, da qual muitos desejariam livrar-se. Demasiado tarde chegam a ver que o Onisciente é zeloso de Sua lei, e que de nenhuma maneira terá por inocente o culpado. Aprendem agora que Cristo identifica Seu interesse com o de Seu povo sofredor; e sentem a força de Suas palavras: “Quando o fizestes a um destes Meus pequeninos irmãos, a Mim o fizestes.” Mateus 25:40.

Os ímpios de todas as gerações
Com assustadora majestade, Ele (Cristo) chama os ímpios mortos. Eles se levantam de seu longo sono. Que terrível despertar! Eles contemplam o filho de Deus em Sua austera majestade e resplendente glória. Todos, assim que O contemplam, percebem que Ele é o crucificado que morreu para os salvar, Aquele a quem desprezaram e rejeitaram. São tão numerosos quanto a areia do mar. Na primeira ressurreição, todos saíram radiantes de imortalidade, mas na segunda o que se destaca em todos são as visíveis marcas da culpa. Todos saem assim como foram para a sepultura. 

Os egoístas
Ninguém suponha que possa viver vida de egoísmo, e então, tendo servido aos próprios interesses, entrar no gozo do Senhor. Não puderam participar da alegria de um amor desinteressado. Não se adaptariam às cortes celestes. Não poderiam apreciar a pura atmosfera de amor que impregna o Céu. As vozes dos anjos e a música de suas harpas não lhes agradariam. Para sua mente a ciência do Céu seria um enigma.

O espiritualmente adormecidos
Vi um anjo com balanças na mão, pesando os pensamentos e interesses do povo de Deus, especialmente dos jovens. Num prato estavam os pensamentos e interesses que tendiam para o Céu; no outro achavam-se os que se inclinavam para a Terra. E nessa balança era lançada toda leitura de romances, pensamentos acerca do vestuário e exibição, vaidade, orgulho, etc. Oh! que momento solene! Os anjos de Deus em pé com balanças, pesando os pensamentos de Seus professos filhos — aqueles que pretendem estar mortos para o mundo e vivos para Deus! O prato cheio dos pensamentos da Terra, vaidade e orgulho, desceu rapidamente, e não obstante peso após peso rolou do prato. O que continha os pensamentos e interesses que se voltavam para o Céu subiu ligeiro enquanto o outro descia e, oh! quão leve estava ele! Posso relatar isso pelo que vi, mas nunca poderei dar a impressão solene e vívida gravada em minha mente, ao ver o anjo com a balança pesando os pensamentos e interesse do povo de Deus. Disse o anjo: “Podem esses entrar no Céu? Não, não, nunca. Diga-lhes que a esperança que agora possuem é vã, e a menos que se arrependam depressa e obtenham a salvação, hão de perecer.”

Os que condescendem com o pecado
Devido ao pecado, Satanás foi expulso do Céu; e ninguém que condescenda com o pecado e o acaricie poderá ir para o Céu, pois nesse caso Satanás outra vez conseguiria firmar-se ali.

Os rebeldes
Poderiam aqueles cuja vida foi empregada em rebelião contra Deus ser subitamente transportados para o Céu, e testemunhar o estado elevado e santo de perfeição que ali sempre existe, estando toda alma cheia de amor, todo rosto irradiado de alegria, ecoando em honra de Deus e do Cordeiro uma arrebatadora música em acordes melodiosos, e fluindo da face dAquele que Se assenta sobre o trono uma incessante torrente de luz sobre os remidos; poderiam aqueles cujo coração está cheio de ódio à Deus, à verdade e santidade, unir-se a multidão celestial e participar de seus cânticos de louvor? Poderiam suportar a glória de Deus e do Cordeiro? Não, absolutamente; anos de graça lhes foram concedidos, a fim de que pudessem formar caráter para o Céu; eles, porém, nunca exercitaram a mente no amor à pureza; nunca aprenderam a linguagem do Céu, e agora é demasiado tarde. Uma vida inteira de rebeldia contra Deus os incapacitou para o Céu. A pureza, santidade e paz dali lhes seriam uma tortura; a glória de Deus seria um fogo consumidor. Almejariam fugir daquele santo lugar. Receberiam alegremente a destruição, para que pudessem esconder-se da face dAquele que morreu para os remir. O destino dos ímpios se fixa por sua própria escolha. Sua exclusão do Céu é espontânea, da sua parte, e justa e misericordiosa da parte de Deus.

15 comentários:

  1. Um ótimo apanhado de textos inspirados com fatos que servem de advertência para os cristãos de hoje.
    Que Deus nos ajude a nos prepararmos para estar com Ele e nos abençoe!

    ResponderExcluir
  2. Chorei ao ler esse texto, que foi inspirado por DEUS com certeza!!!
    Que ELE nos ajude, e nos fortaleza na caminha cristã. Que possamos nos preparar para o céu. Que assim seja!!!

    ResponderExcluir
  3. E a salvação pela graça? Como conciliar com o pecado, já que todos somos pecadores? A graça deve ser acompanhada de atitudes e intenções para que possamos ser salvos? E quem aceita a Jesus, mas sempre cai? Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre a volta ... mais a decisão é sua, e quanto mais vc afunda no pecado ou melhor quanto mais vc decide pecar mais vc fala para Deus, " eu não aceito o sacrifício a sua graça " aí fica difícil, Para que o Espírito Santo alcance vc ... pois foi vc mesmo que o bloqueio, Mais sempre a volta a decisão de pecar é do ser humano... lógico que somos pecadores por herança mais Cristo decidiu fazer a ligação do pecador com o pai !!! Um texto que eu acho lindo Isaías 50 ! Deus declara que não desiste de mim de nenhum outro pecador!!!

      Excluir
  4. Os relatos sao bons ..
    Mas isso e com DEUS so ele conhece os coraçoes dos homens .so ele tem essas respostas de quem se perdeu e quem se salvou .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato; mas Deus mos mostra o caminho e os que não seguem esse caminho; nao precisa nem ter o conhecimento de Deus pra saber que estará perdido, isso é muito claro; e esse texto relata muito bem.

      Excluir
  5. Muito bom os testo apresentados .
    Que o Deus todo poderoso que conhecemos nos ajude a deixar os erros de lado e também a fazer toda a sua vontade.

    ResponderExcluir
  6. o que eu acho graça é que apalavra ensina que só Deus é o justo juiz. porque afirmar,que esse ou aquele vai para o ceu.o narrador desses achados pode me explicar o que matheus 7:7 diz,vamos observar mas as escrituras. enquanto ao jovem que afirma que,quem aceita jesus e cai,abraços.a palavra me ensina que o cair é do homem e o levantar é de Deus. resumindo pedro entao nao vai ser visto no ceu que traiu a cristo negando-o. antes de falar bobagem observa mas as escrituras. obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me desculpe meu irmão Jesus deixa claro que quem pratica certas coisas não herdarão o reino de Deus. Mas enquanto estas vivo eles ainda tem chance de mudar de vida.jesus disse também pelas obras o conhecereis. Agora estes textos acima relata o último estado dá vida da pessoas.Pedro pecou sim quando negou a Cristo mas ele se arrependeu amargamente e recebeu o perdão de Deus e se tornou um dos heróis de Deus como tem tantos outros que mesmo sendo fracos é pecadores não desistiram de lutar e não permaneceram no pecado. E a Bíblia relata muitos deles para que nós não nos sentimos desencorajados sem esperança quando erramos. O Sangue de Jesus tem poder para perdoar qualquer pecado a única coisa que precisa ser feita é cair aos pés de Jesus e seguir o conselho que ele deu a Magdalena. Vais e não peques mais.

      Excluir
  7. Aí fica um grande alerta de que nossas escolhas tem consequências eternas...

    ResponderExcluir
  8. Olha Deus, vê o esforço da pessoa que está tentando vencer o pecado, e Ele jamais vai condena-lo Ele sabe e conhece nosso coração e aos poucos a pessoa vai deixando o vicio ou algum pecado de lado pouco a pouco, agora aquele que se deleita com o pecado e NÃO SE ARREPENDE DE CORAÇÃO, infelizmente se perderá!

    ResponderExcluir
  9. Faltou as dezenas de textos em que ela afirma que aqueles que não se envolvem na pregação do evangelho estão perdidos e não irão se salvar. Costumamos ignorar estes textos em prol de outros que enfatizam mudanças externas. É uma pena. Isto mostra a situação da igreja atual. Preocupada apenas consigo mesma e com a salvação individual sem interesse pelo próximo. A graça de Deus não habitará por muito tempo na alma daqueles que, tendo grandes privilégios e oportunidades, permanecem silenciosos.

    Serviço Cristão, 90

    ResponderExcluir
  10. Deus é justo e tudo tem o seu tempo e vai vir no tempo certo Deus e Jesus não te deixará cair jamais, a nossa fé e a nossa graça em Deus não deixará que isso aconteça!!!!! Sabe porque? Porque quem questiona Deus porque que é que aquele não acredita em Deus e tem tudo e eu que acredito em Deus não tenho nada e sempre caio Deus condena isso acredite em Deus pelo que ele é e representa por nós não acredite nele pensado que acreditando nele terá mais benefícios dos que os que não acreditam e acreditam aqueles que não acreditam quando Deus vier a terra serem julgados pelos seus atos, e aqueles que acreditam e não seguem as leis de Deus tambem serão julgados, a nossa fé e crença tem que ser mais ato do que tudo o resto meu amigo....

    ResponderExcluir