quarta-feira, 19 de julho de 2017

Novo filme da Igreja Adventista "Libertos" será lançado em 2018

O filme fará parte das estratégias missionárias durante o período de Semana Santa 2018
Neste último domingo, 16, iniciaram as gravações de um novo média-metragem produzido pela Igreja Adventista do Sétimo Dia, que será lançado em março do próximo ano, pouco antes da Semana Santa. A produção audiovisual, intitulada Libertos, tem locações na Floresta Amazônica, na região Norte do Brasil. Como aconteceu neste ano com o filme O Resgate: Salvação ao Extremo, o novo média-metragem fará parte das estratégias de promoção das ações missionárias da Igreja Adventista neste período em que muitos lembram do sacrifício de Cristo. O diretor geral do filme, Jefferson Nali, afirma que a nova produção será diferente da que foi destaque em 2017, apresentando uma outra linguagem, porém com o mesmo propósito de impactar vidas. Nali preferiu não adiantar detalhes do enredo, mas a história promete ser empolgante e levar a audiência à reflexão sobre a vida.

No sábado, 15, foi realizada a primeira reunião com todos os participantes da produção do filme. Na ocasião, o grupo pôde se conhecer e saber mais detalhes de como acontecerá todo o processo de gravações. Segundo a roteirista do filme, a jornalista Luciana Costa, para participar da produção, os atores profissionais tiveram de ler o livro História da Redenção e alguns capítulos do livro O Desejado de Todas as Nações. As obras, de autoria de Ellen White, apresentam importantes aspectos do plano redentor de Deus segundo a ótica bíblica, e fazem alusão ao ministério de Jesus Cristo em favor da humanidade.

“Os frutos do primeiro filme foram muito positivos, pois o filme impactou vidas de jovens e adultos, e a intenção foi passar a mensagem de alguém que deu a vida pela humanidade e de que não existe maior demonstração de amor. Então, agora, ao iniciarmos todo o processo de gravação do segundo, as expectativas são as melhores possíveis”, afirma Nali. O filme O Resgate: Salvação ao Extremo garantiu, somente no canal do YouTube oficial da Igreja Adventista, mais de 600 mil visualizações na versão em português. Confira no vídeo mais informações sobre a produção do média-metragem em uma entrevista exclusiva com o diretor do filme:



[Com informações de Notícias Adventistas]

6 comentários:

  1. E uma pena que líderes de nossa igreja tem rebaixado a verdade que nos foi colocada para levar a mensagem presente para alertamos o mundo das profecias nestes estilos de filmes muito triste parece que nossos líderes fecharam os olhos para os livros de Ellen White que em muitos nos advertiu sobre essas práticas parem com isso amigos invistam em pregadores da palavra de Deus isso tem funcionado a séculos e não vai ser agora que não irá funcionar por favor em nome de Jesus abandonem essas práticas de cinema pois as consequência vai desastrosa para a nossa juventude

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada a ver seu comentário. Os métodos para pregar o evangelho não se resume a pregadores no púlpito. Temos que pregar o evangelho em todos os meios possíveis. A igreja é livre na semana santa para fazer como quiser, isso cabe a direção da igreja decidir, não é obrigada a fazer nos lares, se querem fazer na igreja com um pregador que faça. Jesus usava vários métodos para alcançar as pessoas...

      Excluir
    2. Bem irmã, Ellen White mostrou o quanto as artes e a cultura seríam utilizadas pelo adversário de Cristo, mas também falou que haveria um mover de Deus para levar a missão e a mensagem do advento por toda terra. Qual dessas mensagens podemos dizer que está se cumprindo ?

      Excluir
    3. Queridos amigos, lembrem-se de que jesus tb falava por parabolas! Os filmes são as parabolas do nosso tempo!

      Excluir
  2. Abstende-vos de toda demonstração teatral — Tenho uma mensagem para os que estão com a responsabilidade de nossa obra. Não animeis os homens que devem empenhar-se neste trabalho a pensarem que devam proclamar a solene e sagrada mensagem em estilo teatral. *Nem um jota nem um til de qualquer coisa teatral deve aparecer em nossa obra.* A causa de Deus deve ter molde sagrado e celestial. Fazei com que tudo quanto esteja em conexão com a apresentação da mensagem para este tempo tenha o sinete divino. Não permitais que haja qualquer coisa de natureza teatral, pois isto prejudicaria a santidade da obra. Ev 137.2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fico preocupada. Realmente Ellen White adverti sobre o teatro. Fala também sobre um falso reavivamento. Todo cuidado é pouco. O inimigo entrou na nossa igreja isso é fato.

      Excluir