quarta-feira, 15 de junho de 2016

Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa


O dia 15 de junho marca o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa. A data foi instituída em 2006 pela ONU e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa. O objetivo da data é criar uma consciência mundial, social e política da existência da violência contra a pessoa idosa, e, simultaneamente, disseminar a ideia de não aceitá-la como normal.

Com o galopante número de idosos no mundo atual, é urgente uma mudança nas atitudes para com este segmento da sociedade. As autoridades governamentais, em todos os níveis, devem estabelecer prioridades em tudo o que diz respeito às necessidades fundamentais da pessoa idosa. Após a promulgação da lei nº 10.741 de 1/10/2003, quando foi instituído o Estatuto do Idoso, houve uma melhora nas relações da sociedade brasileira para com a chamada Terceira Idade. Entretanto, é necessário que haja um crescimento e uma consciência cada vez maior sobre este tema. No Velho Testamento, lemos estas solenes palavras: “Diante das cãs te levantarás, e honrarás a presença do ancião, e temerás o teu Deus. Eu sou o Senhor” (Lv 19:32). É da vontade de Deus que tenhamos respeito para com os encanecidos, tributando a eles o respeito, a honra, a dignidade que merecem.

A Velhice nos Escritos de Ellen White
Ellen White escreveu sobre os aspectos característicos da velhice e como nos relacionarmos com eles. Em especial, segue algumas declarações do livro Mente, Caráter e Personalidade (p. 745-748):

"Se animados [os velhos] a partilhar dos interesses e ocupações domésticos, isto os ajudará a sentir que não deixaram de ser úteis. Fazei-os sentir que seu auxílio é apreciado, que há ainda alguma coisa para fazerem em servir a outros, e isto lhes dará ânimo ao coração, ao mesmo tempo que comunicará interesse a sua vida."

“Que os membros de cada família ministrem aos próprios parentes [idosos]. Quando isto não é possível, essa obra pertence à igreja, e deve ser aceita igualmente como dever e como privilégio”. [A autora fala que recebeu revelação de Deus especialmente quanto a não se colocarem os idosos em asilos, isolados de todo convívio com os amigos e parentes].

"Como é comovente ver a mocidade e a velhice dependendo uma da outra, o jovem olhando ao idoso quanto aos conselhos e à sabedoria, e o ancião ao adolescente em busca de auxílio e simpatia! Assim é como devia ser. Deus quer que os jovens possuam tais atributos de caráter que encontrem prazer na amizade dos idosos, para se unirem nos queridos laços da afeição aos que se estão aproximando da sepultura."

"Os que têm de atender a pessoais idosas devem lembrar-se de que estas, especialmente, precisam de quartos quentes, confortáveis. O vigor declina à medida que avança a idade, deixando menos vitalidade para resistir às influências insalubres."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...