quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Sem-teto ajuda casal e é recompensado da melhor forma possível


A vida de um morador de rua mudou completamente depois que ele ofereceu seu edredom a um jovem casal em uma estação de metrô de Londres, na Inglaterra. Charlotte Ellis e Taylor Walden perderam o último trem do dia na estação Covent Garden, no dia 4 de janeiro, em pleno inverno inglês, e teriam que esperar por mais quatro horas até o próximo embarque. Eis que o homem, chamado Joey, aproximou-se deles e ofereceu, além do edredom, um casaco.

Tocado por sua generosidade, o casal ofereceu a ele uma cama em sua casa. Ellis disse que, em apenas cinco dias, Joey conseguiu um emprego e agora tem um lugar para ficar. Em um longo post no Facebook, Charlotte conta como tudo aconteceu. “Uma voz atrás de mim disse: ‘Você pode pegar meu casaco e meu edredom emprestados. É uma longa espera e faz muito frio esta noite’. Eu me virei e vi Joey pela primeira vez. Pulei na mesma hora para debaixo do edredom e agradeci o gesto enquanto Taylor me olhou com ‘aquela cara’.”

“Agora ele não está vivendo nas ruas. Tudo o que ele precisava era que alguém tivesse fé nele e fizesse diferença na vida dele. Ele é o mais incrível, interessado e maravilhoso ser humano que nós já conhecemos, e sou muito abençoada de ter sido parte desse processo de tirá-lo das ruas.” Ela ainda aconselha: “Doe um pouco do seu tempo. Não custa nada”. Além do emprego, Joey ganhou roupas novas, um corte de cabelo e, sobretudo, muitos amigos. (Veja SP)

A história é tão extraordinária que o trio foi parar rapidamente na televisão:



Nota: A generosidade pode ser vista nos atos mais simples. Não é necessário dispor simplesmente de um valor material para praticar a generosidade, ela pode estar presente num simples sorriso, no tempo que dedicamos para ouvir o outro, na atenção que damos às pessoas que nos cercam, na prática da educação etc. São atitudes simples que fazem a diferença. Muitas vezes a correria nos impede de praticar, por isso ela deve estar em todos os lugares e momentos, deve fazer parte de nosso eu. Quando praticamos a generosidade, estamos praticando o amor ao próximo.  

"Deixar um próximo a sofrer sem o auxiliar, é uma brecha na lei de Deus. Quem ama a Deus, não somente ama a seu semelhante, mas olhará com terna compaixão as criaturas feitas por Ele. Cumpre-nos cuidar de todo caso de sofrimento, e considerarmos como instrumentos de Deus para ajudar o necessitado ao máximo de nossa capacidade. Devemos ser cooperadores de Deus. Alguns há que manifestam grande afeição pelos parentes, pelos amigos e favoritos, e que todavia falham em ser bondosos e considerados para com os que necessitam de terna simpatia, que necessitam de bondade e amor." (Ellen G. White - Filhos e Filhas de Deus, p. 52)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...