sexta-feira, 10 de março de 2017

As "panelinhas" na igreja

Imagine algo que não combine com a igreja cristã: "panelinha" (conforme o dicionário Aurélio, é conluio para fins pouco sérios; grupo de políticos que, no poder, procuram obter vantagens individuais; qualquer grupo muito fechado).

Agora, se pudéssemos criar um novo termo (panelão), que traduzisse a atitude
dos seguidores de Cristo ao desfrutar a unidade (Jo 17:23), o amor fraternal (1Pe 3:8) e a imparcialidade (Tg 3:17), talvez assim se adequasse melhor a Cristo e à Sua igreja.

Em repúdio às panelinhas, disse o apóstolo Paulo aos gálatas: 
"Não pode haver judeu nem grego; escravo nem liberto; nem homem nem mulher, porque todos vós sois um em Cristo Jesus." (Gl 3:28)
A relação de Cristo com Sua igreja pode ser ilustrada pelo eixo e os raios de uma roda de bicicleta: quanto mais perto de Jesus estiverem, mais unidos serão os cristãos.

Quando as "panelinhas" surgem na igreja, causam problemas porque não condizem com ela. A panelinha em si já é uma anomalia, um indicador de que Jesus não está por perto (sem Jesus, o indivíduo está condenado, perdido).

Outro prejuízo das panelinhas é a condenação das pessoas não cristãs, por não se sentirem atraídas ao cristianismo. Disse Ellen G. White: 
"Muitos há que olham para vocês, para ver o que a religião pode fazer por vocês." (Filhos e Filhas de Deus, MM 1956, p. 262)
"O apóstolo exorta seus irmãos a manifestar em sua vida o poder da verdade que ele lhes apresentara. Por sua mansidão e bondade, paciência e amor, deviam exemplificar o caráter de Cristo e as bênçãos de Sua salvação. Divisões na igreja desonram a religião de Cristo ante o mundo, e dão ocasião aos inimigos da verdade para justificar seu procedimento". (Testemunhos Seletos, v. 2, p. 80)
A cada momento, devemos convidar Jesus para estar perto de nós, de modo que Sua presença desaconselhe expressões seletivas ou sectaristas, e promova no ambiente de nosso convívio uma atmosfera afetuosa e convidativa. 

A jornalista e escritora Fabiana Bertotti também deixa sua posição neste vídeo:

8 comentários:

  1. Panelinha não é bom em nenhuma instituição, agora imaginem no meio do povo de Deus onde não pode haver nenhum tipo de acepção de pessoas!!! Infelizmente esta é uma realidade.

    ResponderExcluir
  2. Panelinha não pode haver em nenhuma instituição imaginem no meio do Povo de Deus!!!

    ResponderExcluir
  3. Não acredito em panelinhas.mais sim em pessoas que se intendificam mais com alguns que com outros.Devemos sim ser amigos de todos .mais nao preciso me indenficar com tosdos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito q a panelinha exista mas ela só crescerá para quem dar obope a ela.Conheci irmãos q deixaram a igreja com a desculpa q na Iasd existe muita panelinha;Conheço outros q só vivem para falar de panelinhas.Para mim todos são um em Cristo.Agora também acredito em afinidades.Eu mesma tenho afinidades mais com uns d que com outros.Mas, me dou e trabalho com todos.

      Excluir
    2. Isso por q vc deve fazer parte de panelinha. As vezes fazemos sem preceber. Takvez achamos ate somos melhores que os outros

      Excluir
  4. Imagina uma igreja com 200, 300, 500 membros..... Fala sério, sempre vai ter um grupo de irmãos que vão interagir mais entre si.

    ResponderExcluir
  5. Já sair até de uma igreja por causa da panela de pressão. Me sente excluído de tudo. Nem conversavam comigo. Me sente mal

    ResponderExcluir