segunda-feira, 12 de junho de 2017

A inutilidade da vingança

A criminalidade que assola o país faz com que várias pessoas sintam-se no direito em reagir de alguma forma à violência diária. Foi o que aconteceu na manhã desta última sexta-feira (9).

Um tatuador e seu vizinho, de 29 e 27 anos, respectivamente, foram presos por tortura em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. São eles os responsáveis por tatuar a frase "Eu sou ladrão e vacilão" na testa de um menor de 17 anos. A prisão preventiva dos suspeitos foi decretada pela juíza Ida Inês Del Cid, da Vara Criminal de São Bernardo do Campo, na tarde deste sábado. Um vídeo filmado pelo vizinho, que mostra o tatuador escrevendo a frase no adolescente, foi compartilhado pelo WhatsApp e viralizou. À delegada Carolina Nascimento Aguiar, eles disseram que o "adolescente teria tentado furtar uma bicicleta na região, ficaram revoltados e resolveram tatuá-lo como forma de punição". 
Ele foi encontrado por amigos no fim da tarde deste sábado, caminhando por uma estrada em São Bernardo do Campo. (Com informações de O Dia)

A vingança é uma reação natural diante das injustiças. Poderia até ser considerada justa, do ponto de vista humano. É natural pensar que quem faz algo prejudicial contra outrem deve receber o que merece. Mas o conselho bíblico é: “Não digas: Vingar-me-ei do mal.”

Dá a impressão de que Deus quer que você aceite passivamente as injustiças. Por que o justo deve suportar em silêncio o abuso do injusto? A segunda parte do provérbio traz a resposta. A vingança causa mais dano a quem pratica do que a quem a recebe.
"Não digas: Vingar-me-ei do mal, espera pelo Senhor, e Ele te livrará." (Pv 20:22)
Qualquer tipo de vingança, antes de ser uma realidade, é um coquetel de emoções negativas: ódio, raiva, rancor, ira, mágoa e desespero. Esses são sentimentos próprios do coração natural. Mas o fato de serem naturais não significa que sejam corretos. Ao contrário, é um aglomerado de veneno que destrói as coisas mais puras que o ser humano tem. É como ácido que corrói valores, princípios e principalmente a paz do coração. A pessoa vingativa vive em escravidão. Por isso, a promessa é: “Ele te livrará.” O pior dano que alguém pode fazer contra você não é o ato de injustiça em si, mas o veneno que deixa em seu coração e que vai destruindo sua vida lentamente.
"Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor." (Romanos 12:19)
Outra coisa... um crime não se revolve com outro. Não vamos muito longe como sociedade se a gente decidir por aplaudir o tatuador que resolveu punir um criminoso já detido por ele mesmo. Muitos de nós estamos indignados com a incompetência dos governos estaduais e federais por não garantirem a segurança pública que é um direito constituído ao povo, contudo não podemos compactuar com um ato hostil, violento e tão criminoso quanto que foi esta punição dolorosa e que não representa em si uma manifestação de justiça – cabe mais a uma atitude irresponsável e que deve ser investigada, julgada e determinada como crime e um atentado à vida humana.
"Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça." (Romanos 12:20) 
Uma sociedade que paga o mal com o mal é uma sociedade que se retroalimenta do mal para subsistir, e por isso mesmo sofre ainda mais do próprio mal.
"Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem." (Romanos 12:21)
Hoje, como em todas as épocas, pessoas por não perdoarem, armazenaram em seu coração o ódio e o desejo de vingança. Mas, como dizia o poeta italiano Juvenal, “a vingança é a pobre satisfação das mentes pequenas”. Sim, a vingança é fruto do ódio, e por isso, com muita precisão, Ellen White escreveu o seguinte:
“Aquele que dá lugar ao ódio no seu coração, está pondo o pé no caminho do assassínio. O espírito de ódio e vingança originou-se com Satanás, e o levou a dar morte ao Filho de Deus. Todo aquele que abrigar a maldade ou falta de bondade está acalentando o mesmo espírito, e seus frutos serão para morte. No pensamento vingativo o ato mau se acha envolto como na semente a planta." (Mente, Caráter e Personalidade, vol. 2, p. 524)
Querido leitor, não deixe que o ódio tome conta de seu coração. Lute contra você mesmo. Não aceite este tipo de pensamento em sua mente. Mesmo que alguém o ofendeu, busque ajuda de Jesus para perdoar os que fizeram o mal ou desejam o mal para você. Nunca queira fazer justiça pelas próprias mãos. Deixe para as autoridades, e se estas falharem, Deus fará justiça plena no tempo certo. 
“Não te indignes por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos que praticam a iniquidade… Confia no Senhor e faze o bem; habita na terra e alimenta-te da verdade… Deixa a ira, abandona o furor; não te impacientes; certamente isso acabará mal. Porque os malfeitores serão exterminados, mas os que esperam no Senhor possuirão a Terra.” (Salmo 37:1-11)

Nenhum comentário:

Postar um comentário