terça-feira, 22 de agosto de 2017

As três grandes surpresas quando chegarmos ao Céu

Martinho Lutero, o grande reformador do século XVI, em uma de suas reflexões, supôs que no Céu haveriam três grandes surpresas. A primeira seria ele próprio estar lá, a segunda seria encontrar pessoas que ele nunca imaginou que estariam lá, e a terceira seria não encontrar as pessoas que ele imaginou que estariam. Ao analisarmos essas três grandes surpresas do Céu propostas por Martinho Lutero, encontramos respaldo bíblico e no Espírito de Profecia.

A Primeira Grande Surpresa - a de estar lá
Inúmeros cristãos afirmam corretamente, com base na morte de Cristo na Cruz do Calvário, que pagou a dívida dos nossos pecados (Jo 3:16; 1Co 13:3; 1Pe 2:24), que possuem absoluta certeza da salvação em Cristo Jesus. Mas, ao longo da sua jornada cristã, tropeçam e caem algumas vezes. Reconhecem que, mesmo tendo uma experiência com Jesus, ainda são limitados como seres humanos, lutando contra todo o pecado e as paixões e fraquezas, portanto ainda assim pecadores, mentirosos, avarentos, gananciosos, egoístas, egocêntricos, miseráveis, pobres... que fazem com que algumas vezes duvidem da sua salvação e sintam-se indignos de entrar no Céu.

De fato, será uma grande surpresa a nossa chegada no Reino dos Céus! Quando lá chegarmos, olharemos para um lado e para o outro, e finalmente surpresos e sem acreditar muito, haveremos de constatar que finalmente chegamos aos céus. Será emocionante percebemos que completamos a carreira e conquistamos o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus, e podermos contemplar face a face o Senhor! 
“E qual é a felicidade do Céu senão ver a Deus? Que maior júbilo poderá ter o pecador salvo pela graça de Cristo, do que contemplar a face de Deus, e tê-Lo por Pai.” (Testemunhos Seletos, vol. 3, p. 266)
A Segunda Grande Surpresa - encontrar pessoas que nunca imaginaria que estariam no Céu
Será difícil esconder o espanto ao encontrar pessoas que, segundo nossa avaliação, jamais deveriam estar ali. Uma dessas pessoas espantadas é o profeta Isaías. Ele acaba de descobrir que o rei Manassés, filho do rei Ezequias, está entre os salvos. Manassés, como sabemos, foi um rei ímpio, que erigiu altares para praticar a idolatria, mandou sacrificar um dos seus próprios filhos, perseguiu os que eram fiéis ao verdadeiro Deus e, segundo a tradição, mandou serrar ao meio o profeta Isaías. Imagino o espanto do profeta Isaías com a presença de Manassés entre os salvos. "Como teria acontecido isso? Não teria havido algum engano?" Estêvão, o primeiro mártir, é outro que não esconderá sua admiração. Não muito longe dali, assentado à mesa, está alguém que ele já vira antes. Com um pequeno esforço de memória ele se lembrará de que, pouco antes de morrer, vira um jovem segurando as capas daqueles que o apedrejavam. Sim, é ele mesmo, Saulo, o feroz perseguidor dos cristãos! “Como será que ele chegou aqui?”, se perguntará Estevão. Essa segunda surpresa nos remete ao texto sacro: 
“O Senhor não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas o Senhor vê o coração." (1 Samuel 16:7) 
Realmente seremos surpreendidos quando chegarmos ao Céu. Ellen G. White afirma: 
“Muitas vezes consideramos casos perdidos justamente aqueles que Cristo está atraindo a Si. (…) Haverá muitos no Céu, os quais seus vizinhos supunham que lá não entrariam. O homem julga segundo a aparência; mas Deus vê o coração.” (Parábolas de Jesus, pp. 71 e 72)
Acredito que muitas pessoas que não professam a fé cristã, mas com corações puros, sinceros e piedosos, alcançarão misericórdia e redenção divina. O Salvador disse:
“Mas eu vos digo que muitos virão do oriente e do ocidente, e assentar-se-ão à mesa com Abraão, e Isaque, e Jacó, no reino dos céus." (Mateus 8.11)
O que dizer do ladrão na cruz que horas antes estava perdido blasfemando contra o Senhor Jesus. Mas em um momento de lucidez, convencido pelo Espírito, nos últimos minutos de sua vida, entrega-se ao Salvador. 
“A Cristo, em Sua agonia na cruz, sobreveio um raio de conforto. Foi a súplica do ladrão arrependido. (…) Em Jesus ferido, zombado e pendente da cruz, vê o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo. Num misto de esperança e de agonia em sua voz, a desamparada, moribunda alma atira-se sobre o agonizante Salvador. 'Senhor, lembra-Te de mim, quando vieres no Teu reino.' (Lucas 23:42). A resposta veio pronta. Suave e melodioso o acento, cheias de amor, de compaixão e de poder as palavras: 'Na verdade te digo hoje, que serás comigo no Paraíso' (Lucas 23:43).” (O Desejado de Todas as Nações, pp. 749 e 750)
Não se espantem se encontrarmos no Céu pessoas que confessavam uma fé diferente da nossa. Quão grande a surpresa encontrarmos pessoas que se diziam espíritas, budistas, muçulmanos, judeus, hindus... Muitos desses não conheceram a Cristo e nunca tiveram contato com o evangelho, mas que, sob a influência do Espírito Santo, sentiram necessidade de libertação e agiram de acordo com isso, serão salvas. É o que sugere esta citação de Ellen G. White:
"Há, entre os pagãos, aqueles que servem a Deus sem o verdadeiro conhecimento, a quem a luz nunca foi levada por agentes humanos; entretanto não se perderão. Embora desconheçam a lei de Deus escrita, ouviram Sua voz a lhes falar por meio da natureza, e praticaram o que a lei requer. Suas obras mostraram que o Espírito Santo tocou o coração deles, e são reconhecidos como filhos de Deus.” (O Desejado de Todas as Nações, p. 638)
A salvação é pela Graça e é um dom divino (Ef 2:8-10). Só o Senhor Deus conhece todas as coisas e sonda os nossos corações. Só o Senhor Deus pode saber a intenção de um coração em seu último suspiro de vida!!!
“Alguns dentre os remidos terão aceitado a Cristo Cristo nas derradeiras horas da vida, e no Céu será ministrada instrução aos que, ao morrer, não compreendiam perfeitamente o plano da salvação. Cristo guiará os remidos para junto do rio da vida e revelará a eles tudo que, quando na Terra, não puderam compreender.” (Comentário Bíblico Adventista, vol. 5, p. 1.156)
A Terceira Grande Surpresa - não encontrar as pessoas que imagina que estariam no Céu
Após serem apresentados uns aos outros, durante as bodas do Cordeiro, os salvos notarão que não se acham presentes muitas pessoas que tinham certeza de encontrarem lá. Há uma porção de pessoas ausentes, e eles gostariam de saber por que elas não estão lá, já que frequentavam regularmente as reuniões da igreja, davam o dízimo fielmente, eram vegetarianas, faziam muitas obras de caridade e tinham aparência de piedade. O que aconteceu com tais pessoas? Jesus afirmou:
“Nem todo aquele que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: ‘Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres?' Então eu lhes direi claramente: ‘Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal!’" (Mateus 7:21-23)
Estas e outras dúvidas serão respondidas durante o milênio (juízo milenial), quando todas as nossas dúvidas serão sanadas ao abrirmos os livros de registro e verificarmos que Deus foi absolutamente justo em cada caso. Tal juízo desfará toda a dúvida da mente dos redimidos acerca da malignidade do pecado e a justiça e o amor de Deus, de modo que o caráter de Deus ficará vindicado perante o Universo, e a compreensão de Sua justiça garantirá a estabilidade eterna da criação.

Queridos, que a primeira grande surpresa do Céu se torne realidade em nossas vidas e das pessoas as quais amamos. Jesus Cristo veio para salvar a todos, mas, para conhecer as surpresas do Céu, é preciso fazer a escolha de servir a Deus e fazer a Sua vontade. Qual é a sua escolha? 
"O caráter que manifestarmos agora decidirá nosso futuro destino. Encontraremos a felicidade do Céu pondo-nos em conformidade com a vontade de Deus, e se os homens se tornarem membros da família real no Céu, será porque para eles o Céu começou na Terra." (Filhos e Filhas de Deus, p. 361)

"Ninguém, nem mesmo Deus, nos pode levar para o Céu a menos que façamos o necessário esforço de nossa parte. Importa introduzirmos traços de beleza em nossa vida. Temos de excluir as desagradáveis características naturais que nos tornam diferentes de Jesus. Ao passo que Deus opera em nós o querer e o efetuar Sua boa vontade, cumpre-nos cooperar com Ele. A religião de Cristo transforma o coração. Torna a mente mundana do homem uma mente voltada para as realidades celestiais." (Testemunhos para a Igreja 5, p. 345)

"Nossa obra agora é preparar-nos para aquelas mansões que Deus está preparando para aqueles que O amam e guardam os Seus mandamentos. ... O Senhor Jesus ampliará toda mente e coração para o recebimento do Espírito Santo." (Olhando para o Alto, p. 145)

Um comentário:

  1. Estou realmente muito feliz pela minha vida; Meu nome é Vargas cynthia maye, nunca pensei que vivi na Terra antes do ano se esgotar. Eu tenho sofrido de uma doença mortal (HIV) nos últimos 5 anos agora; Eu gastei muito dinheiro indo de um lugar para outro, de igrejas para igrejas, os hospitais foram minha residência diária. Verificações constantes foram o meu hobby até o último mês, eu estava pesquisando pela internet, vi um testemunho sobre como DR. Ben ajudou alguém a curar sua doença de HIV, rapidamente copiei seu e-mail que é (drbenharbalhome@gmail.com). Falei com ele, ele me pediu para fazer algumas coisas certas que fiz, ele me disse que vai fornecer O erval para mim, o que ele fez, então ele me pediu para fazer check-up médico depois de alguns dias depois de usar a cura à base de ervas, eu estava livre da doença mortal, ele só me pediu para publicar o testemunho através do mundo inteiro, fielmente fazendo isso agora, irmãos e irmãs, ele é ótimo, eu devo a ele na minha vida. Se você está tendo problemas semelhantes apenas envie um e-mail para ele (drbenharbalhome@gmail.com) ou simplesmente whatsapp ele em: 22893464014. Ele também pode curar doenças como câncer, diabetes, herpes. Etc. Você pode me contactar por e-mail: vargascynthiamaye1995@gmail.com

    ResponderExcluir