terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Deadpool e 6 conselhos antes de assistir a um filme


O longa "Deadpool" já estrou sendo censurado em vários países, devido ao conteúdo considerado violento, sarcástico ao extremo e promíscuo demais. Depois de ser banido na China e ter recebido vários cortes na Índia, o filme não pode ser exibido no Uzberquistão, por conta de “preocupações éticas“, conforme o The Hollywood Reporter. "Deadpool" recebeu classificação indicativa de 16 anos no Brasil. Nos Estados Unidos, o novo longa do herói da Marvel recebeu classificação R, recomendado a menores de 17 anos apenas quando acompanhados de pais ou adulto responsável.

O filme, que mistura comédia, aventura e ação, traz cenas fortes, incluindo violência explícita, nudez e sexo, diferentemente do que costuma acontecer em outros longas do estúdio. Portanto, os cristãos deveriam evitar não apenas “Deadpool”, mas qualquer entretenimento que possua as mesmas características. Essa é uma escolha que causa impacto em nossa vida espiritual.

Antes de assistir qualquer produção, leia o texto a seguir, que foi extraído do capítulo 7 do livro Nos Bastidores da Mídia de Michelson Borges. Creio que estas dicas podem ajudar na escolha de filmes.

1. Antes de avaliar um filme, conheça o máximo que puder sobre ele
Leia os resumos na internet, nos jornais e nas revistas. Lembre-se que 'a maioria dos filmes da TV é analisada pela imprensa. Naturalmente, essas revistas não são necessariamente feitas segundo a perspectiva cristã, e nem sempre os críticos são justos. Frequentemente eles adotam uma atitude elitista para com o cinema popular. A despeito de tudo isso, as críticas oferecem perspectivas sobre o que a mídia está apresentando, e são uma fonte de esclarecimento ao espectador. Outra maneira de assistir aos filmes de uma perspectiva cristã positiva é discuti-los com outros depois do espetáculo, analisando particularmente seu sistema de valores. Essa prática ajuda a aperfeiçoar a capacidade de compreensão do filme, observando e comparando as perspectivas de outras pessoas que podem ampliar nossa própria opinião, chamando-nos a atenção a aspectos que antes nos escaparam à observação'. – Daniel Reynaud, Diálogo Universitário, 14:3 2002, p. 17. Se for consultar alguém que já assistiu ao filme que você tem em vista, pergunte como os membros da família responderam ao filme. Eles compreenderam a mensagem? Ficaram com medo diante de alguns efeitos especiais? Foi necessário parar o filme e explicar alguma parte para as crianças? 

2. Avalie os princípios morais
O filme ensina atividades e comportamentos que desejo sentir e seguir? Esse critério ajuda a descartar filmes que enaltecem a violência, o adultério, o consumo de drogas e outros aspectos que se opõem aos princípios divinos. Lembre-se de que tudo o que você vê e ouve em um filme torna-se parte de você.

3. Avalie a virtude
Os valores sexuais do filme estão em conformidade com os que aceito? Geralmente, os filmes retratam o sexo como uma aventura, raramente relacionado com o contexto do casamento. O conteúdo das mensagens sexuais é fácil de ser descoberto. Os resumos dos filmes podem nos orientar, assim como as pessoas que já os assistiram. 

4. Avalie a qualidade
Qual é a qualidade da produção do filme. Muitos filmes são simplesmente maus produtos, criações que não valem o tempo de ninguém. Se os comentaristas de filmes debocham da qualidade, fique alerta. Seu lar merece algo melhor e sua mente não foi criada para receber lixo.

5. Avalie a emoção
O filme me deixará com o humor saudável? Dick Duerksen, em artigo publicado na Adventist Review, de 16/01/1997, lembra que Colossenses 3 descreve as mudanças de humor que ocorrem quando permitimos que Cristo elimine as más emoções e nos revista com os traços do caráter de Deus. Ira, rancor, malícia, lascívia, cobiça e mentira são substituídos por compaixão, bondade, humildade, perdão e amor. 'Uma vida centralizada em Cristo', escreve ele, 'é um poderoso substituto para o mau humor – o abandono daquilo que é destrutivo e a adoção do produtivo.' Comparar o conteúdo dos filmes com os traços de caráter que você escolheu para modelar seu lar é uma das avaliações mais eficazes. Os filmes devem reforçar as boas emoções que você escolheu, não mudá-las.

6. Avalie a memória
Será agradável ter esse filme retido na mente? Todas as imagens dos filmes que você já assistiu estão armazenadas em uma porção recuperável de seu cérebro – um banco de informações ao qual você, Deus e Satanás têm acesso. Deus pode lembrá-lo dos segmentos que se enquadram em Seus propósitos. Mas Satanás também. E o inimigo muitas vezes usa essas memórias para atrapalhar-nos, no exato momento em que Deus nos tem no limiar de tomar uma boa decisão. Faça sempre de Filipenses 4:8 o critério para avaliar aquilo que deve ou não entrar em sua memória."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...