quarta-feira, 27 de julho de 2016

Padre degolado pelo Estado Islâmico pediu “mundo mais humano”


O padre Jacques Hamel, degolado nesta terça-feira (26) durante uma missa na França em um ataque assumido pelo grupo Estado Islâmico, pediu um "mundo mais humano" em sua última mensagem publicada no boletim da paróquia de Saint-Etienne-du-Rouvray. "Vivemos em uma época que podemos escutar o convite de Deus para tornarmos esse mundo em que vivemos um mundo mais acolhedor, humano e fraterno", escreveu o sacerdote, de 86 anos. 

Dois homens invadiram a igreja de Saint-Etienne-du-Rouvray ontem e fizeram o padre como refém. A dupla obrigou o sacerdote a se ajoelhar e o degolou. Os dois agressores foram mortos pela polícia e um menor de idade está preso sob suspeita de ligação com o ato.

Ordenado em 1958, Hamel vivia na igreja onde celebrava missas e era muito conhecido na comunidade católica local, uma das mais fortes da França, apesar da grande presença de muçulmanos. Padre-auxiliar, Hamel já estava afastado de algumas funções devido à sua idade, mas tinha pedido para permanecer colaborando ativamente na paróquia. (Com informações de EBC)

Nota: Mais uma vez estamos testemunhando crueldade e violência absurdas. Nosso mundo é um mundo de tensão internacional, terrorismo frequente, e como o padre escreveu, pouco acolhedor e desumano. Estas hostilidades e incertezas põem em perigo a paz e a civilização deste planeta. Nós adventistas, por preceito e exemplo, devem resistir e trabalhar pela paz e boa vontade entre os homens, e assim, sermos conhecidos como pacificadores e construtores de pontes. Seguimos testemunhando o grande conflito se desenrolando em nosso mundo quebrantado e somos lembrados de nossa importante missão de falar e viver a grande esperança de Jesus Cristo e Sua breve volta.

A Igreja Adventista na França classificou de “barbárie em um lugar de adoração” e expressou solidariedade e compaixão pelo ocorrido. O comunicado lembrou, ainda, que lugares de adoração são espaços de paz, oração, compartilhamento e refúgio. A Igreja Adventista na França motivou seus membros a respeitar a dignidade das pessoas, de acordo com o evangelho de Jesus Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...